segunda-feira, 8 de agosto de 2011

EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA MUÇULMANOS





Assalamu Aleikum!

“São aqueles que, quando gastam, não se excedem nem mesquinham, colocando-se no meio termo.” (Alcorão Sagrado 25:67)

Hoje está na moda falar sobre educação financeira, porém deixando de lado o modismo, podemos dizer que aprender a gerenciar as finanças é essencial para uma vida islâmica equilibrada e satisfatória.

O Islam desde sempre ensinou educação financeira. Sim, com certeza. A nossa religião nos ensina a cuidar de nossos bens materiais e não desperdiçá-los com tolices e coisas que não são lícitas. Também ensina a administrar, com temor em ALLAH (SWT), os bens do próximo desamparado como o órfão e a viúva.  

Os livros que estão entre os mais vendidos no momento sobre esse assunto compõe-se apenas de duas dicas essenciais para a independência financeira. A primeira delas é o enriquecimento a longo prazo com os juros e a outra e a outra é economizar a qualquer custo.

Nós sabemos que para o Islam os juros são haram (proibido) e se abster de bens necessários não condiz com o Islam que prega a moderação e o bom senso, nem de mais nem de menos.




Por isso queremos passar para vocês alguns pontos que desenvolvemos nesses dois anos e meio de Conrecato.

1 – A honestidade é profundamente necessária nos negócios realizados por um muçulmano - temos como exemplo a vida do Profeta Muhammad (S.A.A.S.), quanto a isso não precisamos falar mais nada;

2 – Cuidado com o dinheiro parado – tudo aquilo que você comprou e deixou guardado perdeu metade do valor e virou dinheiro parado. Não compre material que não será usado de imediato só leve para casa o indispensável.

3 – Adie o desejo de consumo – quando for adquirir algo de maior valor (uma máquina de costura por exemplo....rs), espere um ou dois meses, pense melhor e avalie se você precisa mesmo desse objeto.

4 – Doe – pode parecer estranho mas o Islam ensina a doação como forma de planejamento financeiro ( o ZAKAT é a prova disso). Tente doar algo novo e bonito para alguém que precisa e que vai apreciar a doação. Certamente você não ficará nem mais pobre nem mais rico por fazer esse ato. Só ALLAH (SWT) é que facilita ou dificulta o nosso sustento.



“Concedei-a aos pobres empenhados na luta pela causa de Deus, que não podem auferir lucros na terra e que o ignorante não os crê necessitados, porque são reservados. Tu os reconhecerás por seus aspectos, porque não mendigam impertinentemente.”
(Alcorão Sagrado 2:273)



Nós assistimos esse pequeno vídeo e achamos que ilustrava bem o post, é bem engraçado...





4 comentários:

  1. Mash´Allah! Cyntia, agradeço sua visita ao meu blog e retribuo.
    Achei ótimo seu post.
    Coloquei um link no meu blog para o seu.ok.

    Um abraço fraterno,
    http://denisebomfim.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assalamu aleikum querida Denise. Sinta-se a vontade.
      Salam!

      Excluir
  2. Muito bom! assuntos bem pertinentes e didaticos. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assalamu aleikum irmã Sharazad Shams. Obrigada por suas palavras.
      Salam!

      Excluir